Intervenção de Virgílio Macedo sobre compromissos e pagamentos em atraso

 

“Lembro as palavras de um filósofo socialista, que dizia que a dívida era para gerir, não era para pagar”.
Virgílio Macedo

Lisboa, 9 de Janeiro de 2015.