Reforço do investimento em obras de dragagem em debate na A.R.

10320468_838717786168715_2151930363778902011_n

Portos nacionais: Economia do mar representa cerca de 2,5% do Valor Acrescentado Bruto

Reforço do investimento em obras de dragagem em debate amanhã na A.R. 

Porto, 13 de janeiro de 2014 - O projeto de resolução do grupo parlamentar do PSD/Porto, que recomenda o reforço do investimento em obras de dragagem nos portos nacionais, nomeadamente no Porto da Póvoa de Varzim, foi discutido a 14 de janeiro em sessão plenária da Assembleia da República.

Segundo o grupo parlamentar social-democrata, “só uma intervenção permanente e garantia de segurança no acesso ao porto, irá permitir que a Póvoa de Varzim continue a potenciar a sua relação com o mar, numa ótica de exploração efetiva da área portuária”, asseguram os responsáveis em recomendação ao Governo.

Esta operação de dragagem contemplará a extração de 150 mil metros cúbicos de inertes do leito do mar, na zona da barra e no canal de acesso ao porto poveiro. Estas são obras indispensáveis, para controlar os problemas de assoreamento da barra do porto de pesca da Póvoa de Varzim, identificadas pelo Instituto Hidrográfico, que desta forma passarão a ter condições de acessibilidade e segurança para pescadores e embarcações.

A apresentação desta iniciativa legislativa, que ficará a cargo do deputado Afonso Oliveira, decorreu de uma visita de deputados do PSD/Porto ao Porto de Pesca da Póvoa de Varzim, no inicio desta sessão legislativa, sendo o presidente da distrital e deputado Virgílio Macedo o primeiro subscritor.

Estudos recentes estimam que, em Portugal, a economia do mar represente, em termos diretos, cerca de 2,5% do Valor Acrescentado Bruto, e 2,3% do emprego nacionais, correspondendo a valores muito superiores em termos indiretos, devido ao efeito multiplicador das atividades marítimas.